quarta-feira, 1 de julho de 2015

educação religiosa

Eu assisto pouco a TV aberta. Mas tenho notado como o nome de Deus parece se tornar palavra proibida nos canais da globo. Frases como "o universo conspira" ou "forças do destino" são repetidos em diversos programas. E eu pergunto: o que tem de errado com Deus?
Você pode ser a favor do casamento gay, a favor da liberação das drogas e a favor do aborto, mas se você é cristão, você é defensor de tudo de "ruim" que tem no universo.
O que tem de ruim em ser cristão?
Amar ao próximo.
Ir à missa.
Tolerar as diferenças.
Pregar o desapego.
Defender a castidade (a nossa não a dos outros)
Defender o casamento e a família.
Parece de verdade que somos um povo ruim?
Eu acho que a violência cresce a medida que a pessoa não é ensinada nos caminhos de Deus. Quem lê a biblia e a compreende sabe que Jesus pregou o amor ao próximo e em momento algum defendeu religiões. Ele defendia o amor. Portanto, religiosos intolerantes e protestos agressivos não são coisa de cristão. Não são bons aos olhos do Pai. E eu os condeno. O problema é que a mídia faz parecer que todo mundo que segue Jesus Cristo tem esse lado xiita agressivo e eu vejo que estamos a beira de um apartheid. De um lado os gays, os comunistas e a mídia. Do outro, os vilões, digo, os cristãos.
Seremos segregados por nossa fé. Correndo o risco de sermos agredidos, como em outros países, em nome de... de que mesmo???
E sou católica. Minhas filhas estão recebendo educação cristã. E, assim como as pessoas defendem suas teses, crenças e tem liberdade de se expressar eu vou defender com unhas e dentes a minha Fé.
E que ninguém venha me rotular ou discriminar achando que "defende a liberdade", porque a liberdade é direito de todos. Minha, também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário