terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Paciência

Ser mãe de duas não é exatamente difícil, mas tem seus desafios.
Malu, por exemplo, fica carente quando armamento a Nina e enfia o dedo na boca, faz voz de bebê, fala errado (troca o r pelo l) e pede atenção.
Algumas vezes, confesso, ela exige demais de mim e fico irritada. Ultimamente tenho notado que ela se finge de desentendida - e aí eu fico mesmo brava.
Um exemplo: ontem levei Nina ao hospital apos ela engasgar e sair leite pelo nariz. Malu estava na escola. Quando voltamos do hospital já era hora de pegá-la e lá fomos nós. Quando nos encontrou ela - curiosa - perguntou porque fomos todos buscá-la r eu expliquei que levamos Nina pro hospital.
Fez cara de choro e disse:
- sem mim?
- você estava na escola, filha.
- mas você podia me esperar.
- não podia, sua irmã estava passando mal.
- mas eu queria ter ido
Me perdoem, mas realmente me irritei.
Daí eu mudo o tom de voz, fico mais dura, e me torno uma mãe de quem não gosto.
Estou cansada e realmente não preciso que minha filha mais velha me condene por levar a caçula ao hospital sem ela.
Tem sido dias difíceis e eu estou muito cansada... Mas eu não queria ser uma mae ruim pra Malu. Só queria que ela tentasse compreender que eu não posso esperar por ela pra socorrer a irmã.
Sei que ela é um bebê também. Só tem 5 anos. Mas ela é esperta, e eu sei que com pouco esforço ela pode entender o que acontece.
Se tiverem algum conselho ou dica pra me dar, por favor, estou precisando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário