sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Nomes de bebês

Quando fiquei grávida da Malu não houve quem não soubesse que aquele bebê se chamaria Maria Luisa. E ninguém comentou ou contestou minha escolha, já que Luisa era o nome da minha avó.
Mas agora, com a Nina, sinto que as pessoas não gostaram da escolha.
Nina é o apelido que Malu deu a irmã que irá se chamar Maria Helena.
Oras, eu acho Waldisney e Lorraine feio, mas se é desejo da mãe, quem sou eu para questionar, não é mesmo?
Mas com a Nina tenho que ouvir críticas e piadas: "foi o Manuel Carlos quem escolheu esse nome?"
Não, não foi. Mas nós dois gostamos do nome, da força de seu significado e, por que não dizer, das histórias das Helenas que marcaram a história da humanidade.
As duas mais famosas foram, Helena de Troia e Santa Helena de Constantinopla, ou simplesmente, Santa Helena.
Uma, virou santa.
A outra, virou guerra.
As duas tiveram coragem de dirigir suas vidas num momento em que mulher mal podia opinar.
Elas foram além.
Viveram suas paixões, realizaram suas vontades e são lembradas por isso.
Helena, pra mim, é nome de mulher valente. De mulher determinada.
Minha irmã chegou a dizer que era um nome "esquisito" e eu me pergunto: o que tem de esquisito em se chamar Helena?
Antes de engravidar eu já sabia que, se tivesse outra menina, seria Maria. E ponto final. O que faltava era o complemento, o segundo nome...
Por algum tempo pensamos em Valentina e Clara, mas o nome do seu filho tem que ser mais que o nome da moda. Tem que tocar seu coração porque simplesmente vai acompanhá-lo para toda a vida.
E foi esse o peso maior quando Helena surgiu.
Em alguns dicionários de bebês (e eu li muitos) Helena significa "tocha". Luisa significa "luz".
Eu achei essas definições lindas... combinam. Se completam. Assim como eu quero que minhas meninas sejam: que se completem.
Gosto da minha escolha e estou feliz com isso.
É lógico que esse nome não vai agradar a todos, mas quer saber? Me agrada. E eu, como gestante, me dou ao direito de ser egoísta e não me importar com as vontades, opiniões e palpites alheios.
Carrego dentro de mim uma Helena.
Mais uma mulher guerreira.
Mais uma fonte de luz pra minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário