quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Coisa de grávida

Quando a gente fica grávida a primeira vez, vem um monte de dúvidas, medos, um certo desespero tanto pela gestação quanto a chegada de um novo membro da família. Afinal, é como todo mundo diz: a vida nunca mais será a mesma.
E não é. Muda ainda dentro da barriga e muda totalmente.
Na gestação da Malu eu fiquei muito mal, praticamente doente (apesar de dizerem que gravidez não é doença, eu sofri tudo que você possa imaginar) e vivia mais no hospital do que em casa.
Além dos 9 meses de sofrimento, na hora do parto passei mal e acabei na UTI.
Resultado: fui a última pessoa da família a conhecer minha filha.
Agora é diferente, apesar dos enjoos ultrapassarem a linha do primeiro trimestre, eu me sinto muito bem e mais disposta que na primeira vez. Mas os medos e dúvidas são exatamente os mesmos da primeira vez.
Não adianta, toda mãe passa por isso. Porque esse é o primeiro momento da vida dos nossos filhos em que sentimos na pele que não dá pra controlar. E é onde a gente aprende que, o que não dá pra controlar, a gente pede a Deus que cuide.
Enfim, estou me preparando para o morfológico de 20 semanas. Sei que está tudo bem com minha Nina, sei que ela é linda a perfeita, mas sabe... sou mãe. E peço à Deus para cuidar da minha gestação, desse bebê dentro de mim e da minha Malu, que é meu grande primeiro amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário