terça-feira, 5 de novembro de 2013

um dia estranho...

Tem dias que me sinto assim, tão sozinha e com tanta vontade de um colo, que acabo fazendo bobagem.
Escrevo e-mails ou mando mensagens tentando chamar atenção e me arrependo no mesmo instante em que clico em "enviar".
Tem acontecido muito, ultimamente. E eu nem sei dizer porque.
Eu sou feliz. Tenho casa, emprego, família. Saúde.
Não é infelicidade o que eu sinto. É apenas melancolia... e uma necessidade louca de um abraço de urso.
De ficar sentada na varanda enrolada num cobertor abraçada a alguém que me ouça, me compreenda, me aconselhe.
Não é TPM. Acho que o que estou sentindo agora pode ser sentido por qualquer pessoa, homem ou mulher, criança ou velho.
Acho que é solidão.
Briguei com o maridon por uma tolice.
Por que será que eu fiz isso? Estou totalmente carente de um abraço, de um bom papo e ao invés de me jogar no braços do meu amor, eu brigo com ele.
Não sei ser triste... logo que esse sentimento e instala eu o troco por agressão, porque ser triste me irrita, me deixa furiosa.
Daí o resto da tarde foi ladeira abaixo...
Eu estava tão desesperada por conversar com alguém que escrevi um e-mail estupido pra um amigo... não estúpido do tipo agressivo, mas do tipo idiota, mesmo. E eu gosto tanto dele, não queria parecer uma menina tonta (certamente é o que parecerei quando ele ler)... me arrependi de ter enviado e agora fico sofrendo sem saber se mando um pedido de desculpas ou se ignoro e finjo que nada aconteceu. E, claro, fico rezando pra ele ignorar também.
Quero um buraco pra me enfiar dentro e só sair de lá quando essa "fase" passar...
Será que dá?

*imagem: Inslee

Nenhum comentário:

Postar um comentário